top of page
Search
  • Writer's pictureEduardo Rico

O que é PERSONA? Por que é importante para um canal no Youtube?


Uma persona é uma representação fictícia do cliente ideal de uma empresa, marca ou mesmo um canal no Youtube. Ela é criada a partir de dados reais, incluindo comportamento, informações demográficas, desafios e metas dos clientes. Essa caracterização imaginária é essencial para segmentar o mercado e forma o alicerce do Marketing Digital.


Quem é o público-alvo da sua marca? Quem são as pessoas para as quais você está criando conteúdo? Com quem você pretende estabelecer comunicação? Quem você deseja educar, entreter e converter em clientes? Essas são perguntas fundamentais, e a resposta está na persona. Toda estratégia de marketing, naturalmente, se destina aos clientes! No entanto, como criar um post para um blog ou desenvolver o design de um site pensando em um grupo tão diversificado de pessoas? É aqui que entra a buyer persona - uma representação fictícia, mas baseada em dados reais, dos clientes da empresa. As estratégias de marketing são desenvolvidas considerando essa persona específica. A criação dessa persona tem se mostrado uma ferramenta crucial para empresas no planejamento de estratégias de marketing digital mais precisas, alinhadas com os perfis, interesses e jornadas dos clientes. Portanto, estamos aqui para auxiliá-lo a implementar essa técnica em seu negócio, permitindo que você otimize seus conteúdos e campanhas de maneira mais eficaz.



O Que É Uma Persona? Uma persona é essencialmente um personagem semificcional criado a partir de dados reais e comportamentos reais, representando o cliente ideal de uma marca ou empresa. Também conhecida como buyer persona ou avatar, essa representação fictícia orienta não apenas a criação de conteúdo, mas também toda a estratégia de marketing digital. A ideia é criar um perfil que encapsule as características-chave dos clientes, permitindo que a marca desenvolva estratégias alinhadas ao seu público-alvo, atendendo às suas necessidades e demandas de forma eficaz. Para criar uma persona eficaz, a pesquisa é fundamental: quem são seus clientes, suas ocupações, suas atividades diárias, suas fontes de informação, e quais são suas principais necessidades? A persona é construída sobre dados reais, não suposições da equipe de marketing. A concepção das personas foi popularizada por Alan Cooper, designer e programador de softwares, que, em 1983, desenvolveu um sistema de gerenciamento de projetos. Entrevistando uma gestora de projetos chamada Kathy, Cooper concebeu uma espécie de persona primitiva. Ao visualizar o projeto do ponto de vista de Kathy, ele percebeu como uma persona concreta facilitava a resolução de desafios complexos de design e interação. Com o tempo, o conceito de personas migrou do mundo do design de interação para o marketing. Com o advento do Inbound Marketing e do Marketing de Conteúdo, as personas se tornaram uma das principais ferramentas de planejamento para marcas que baseiam suas estratégias nas necessidades dos consumidores.

Exemplo de Persona: Nome: Diego Idade: 30 anos

Profissão: Gestor de Marketing em uma média empresa de Marketing Digital.

Características: Analítico, orientado a números, obcecado por inovações e novidades (busca tendências no mercado internacional), deseja aprimorar a equipe, tem pouco tempo e uma agenda apertada.

Metas: Aumentar resultados de marketing, gerar mais leads qualificados, incrementar vendas, inovar nas estratégias da equipe, ser reconhecido como uma autoridade no mercado. Desafios: Orçamento limitado para novas soluções, excesso de tarefas e dificuldade na gestão do tempo, falta de mão de obra para implementar suas ideias.


Diferença Entre Persona e Público-Alvo: Se você está envolvido no marketing, provavelmente já ouviu falar sobre público-alvo. Mas agora, as personas estão em destaque. Mas são a mesma coisa? Na verdade, persona e público-alvo são distintos. O público-alvo surgiu durante a era do Marketing 2.0, quando as marcas começaram a colocar o consumidor no centro de suas estratégias. Em vez de criar campanhas para uma massa indiferenciada de consumidores, começaram a segmentar mercados com base em características demográficas, psicológicas e comportamentais. O público-alvo é uma definição de um segmento de pessoas com características semelhantes que a marca escolhe para direcionar suas campanhas e anúncios. Por exemplo, o público-alvo de uma campanha para vestibulares poderia ser descrito como estudantes de ensino médio, entre 16 e 20 anos, residentes em São Paulo, em busca de independência dos pais durante a transição da escola para a universidade. Perceba que há várias diferenças entre público-alvo e personas. A principal distinção é que o público-alvo é uma definição mais genérica dos consumidores, enquanto a persona cria uma identidade bem definida, incorporando características humanas e emocionais reais. Fazer essa distinção é crucial, pois cria estratégias voltadas para indivíduos em vez de grupos genéricos. Afinal, os seres humanos são muito mais complexos que dados demográficos e características superficiais, não é mesmo?

A persona leva em consideração essa complexidade, proporcionando uma compreensão mais profunda e autêntica das necessidades e desejos dos consumidores. Ela não só permite uma conexão mais real com o público, mas também ajuda a moldar estratégias de marketing que realmente ressoam com as pessoas, tornando o marketing mais pessoal, eficaz e, acima de tudo, humano.


As personas não vieram para substituir o público-alvo, mas sim para complementá-lo. Ambas podem ser utilizadas em conjunto no marketing, cada uma desempenhando um papel específico. Vamos explorar os tipos de personas e entender como elas se encaixam junto ao público-alvo.


Tipos de Personas: 1. Buyer Persona: A buyer persona é a mais comum. Ela representa o comprador ideal de uma empresa, encapsulando seu comportamento, demandas, desafios e objetivos. Direcionar esforços para atender às necessidades desse cliente potencial aumenta as chances de venda. Compreender suas preferências de pagamento e como as soluções da empresa resolvem seus problemas facilita o planejamento de estratégias eficientes.

2. Audience Persona: A interação entre marcas e usuários online é vital. A audience persona representa quem visita redes sociais, lê blogs ou assiste vídeos da empresa. Compreender esse público é essencial para construir a conscientização da marca, adaptando mensagens para atrair e engajar esses visitantes.

3. Proto Persona: A proto persona é uma versão inicial das personas da empresa, criada por meio de brainstorming da equipe. Serve como um ponto de partida para estruturar perfis mais detalhados no futuro.

4. Brand Persona: Uma persona não precisa representar apenas o consumidor, pode ser a própria empresa. Humanizar a marca, criando um perfil que reflita seus valores e visão, permite uma comunicação mais eficaz. Um exemplo é a Magalu, assistente virtual da Magazine Luiza, que comunica os valores da empresa aos clientes e ao mercado.


Escolhendo a Persona Adequada: Não há uma fórmula fixa para escolher a persona certa; depende dos objetivos da empresa. Para fortalecer a reputação online e ganhar relevância com Marketing de Conteúdo, personas de audiência e marca são cruciais. Para e-commerce focado em vendas diretas, a buyer persona é essencial. Defina seus objetivos e crie personas para atender às demandas específicas. Em um cenário ideal, quantas mais personas, mais eficazes serão suas mensagens e estratégias de vendas e marketing, permitindo um posicionamento integrado e efetivo.



A Importância das Personas no Marketing: Agora que você já compreendeu a relevância das personas, vamos aprofundar sobre como elas podem ser utilizadas no marketing, trabalhando em conjunto com o público-alvo.

1. Profundidade no Conhecimento do Público: Enquanto o público-alvo define o grupo de consumidores com quem a marca quer se conectar, as personas aprofundam esse conhecimento. Por exemplo, numa campanha de vestibular, é vital entender não apenas que o público são estudantes, mas também compreender seus dilemas diários, suas dúvidas mais profundas e seus sonhos. A buyer persona mergulha profundamente no perfil do público, capturando sua complexidade.

2. Valor do Produto para o Público: As personas descrevem a rotina de uma pessoa, focando em suas dores, perguntas, necessidades e desejos relacionados à proposta de valor da empresa. Por exemplo, um estudante do ensino médio enfrenta incertezas sobre qual carreira seguir e aspira ingressar numa faculdade que ame. O vestibular, nesse contexto, representa uma etapa desafiadora, mas é o caminho para alcançar esses sonhos. A persona revela o espaço que o produto ocupa na vida das pessoas, destacando seu valor para o público. Dessa forma, ajuda a entender como a marca pode ser útil para o público.

3. Escolha dos Canais de Comunicação: Além disso, as personas englobam os canais mais utilizados pelo público para se informar, interagir com amigos e se conectar com marcas. É essencial marcar presença nesses canais para se comunicar eficazmente com as pessoas.

4. Orientação das Pautas de Conteúdo: As personas desempenham um papel crucial no Marketing de Conteúdo, identificando as principais perguntas e necessidades do público. Cada inquietação da persona pode se transformar numa pauta para posts em blogs ou redes sociais. Os conteúdos são desenvolvidos para resolver essas preocupações ao longo da jornada do cliente, guiando os consumidores desde o topo até o fundo do funil de vendas.



Personalizando a Comunicação e a Experiência do Usuário: 1. Personalização da Comunicação: Além de orientar as pautas, as personas são fundamentais para determinar a linguagem e o tom de voz dos conteúdos. É crucial comunicar-se de maneira eficaz com o público. Utilizar um tom formal não fará sentido se seu público é jovem e descontraído. Em cada ponto de contato com o consumidor, como campanhas de mídia paga, a definição do público-alvo é essencial para filtrar quem você deseja alcançar. Mas é a persona que realmente ajuda a construir a mensagem dessas campanhas, ajustando a linguagem e o tom para se adequar ao público específico. 2. Otimização da Experiência do Usuário no Site: Como mencionado anteriormente, as personas têm suas raízes no design de interação. Atualmente, elas desempenham um papel crucial no campo de User Experience (UX). Além de traçar o perfil comportamental, as personas auxiliam a entender como os usuários interagem com o site: como chegam, como navegam e que tipo de conteúdo estão procurando. Designers e desenvolvedores utilizam essas informações para aprimorar a navegação, o layout e as funcionalidades do site. Esse processo visa atender melhor às necessidades dos usuários, garantindo uma experiência otimizada e satisfatória.



Perguntas Frequentes sobre Personas


Mesmo com tantas informações relevantes sobre a persona, é possível que algumas de suas dúvidas estejam em aberto. Por isso, criamos um conteúdo com as perguntas mais comuns sobre esse assunto.


1. Qual é a diferença entre persona e público-alvo? Existem grandes diferenças entre a persona e o público-alvo, especialmente quanto a criação de cada um, as suas respectivas finalidades e o grau de detalhamento. Enquanto a persona é um recurso altamente detalhado e com informações específicas sobre o cliente ideal, o público-alvo representa uma abordagem mais generalista de criação. Logo, para a criação de estratégias de marketing, vale a pena considerar a criação de uma persona que está inserida em seu público-alvo. Isso traz mais detalhes sobre diversos aspectos relevantes para o sucesso de sua estratégia.


2. Como utilizar suas personas? O principal uso das personas é feito na hora de criar ofertas, determinar o preço de produtos ou serviços, determinar quais os temas das campanhas e como abordar o público por meio dos diversos canais de comunicação. A produção de conteúdo em todos os pontos de contato da marca com a audiência são de grande relevância para acertar na escolha dos elementos, no tipo de comunicação e nos demais recursos centrais nas estratégias de marketing.


3. Porque devo criar personas? A criação da persona é um exercício de criatividade que toda a equipe pode realizar. Por meio dele, você consegue compreender quais são os gatilhos mentais que produzem maior impacto, além de entender com clareza quais as ofertas que o público não consegue recusar. Além de ser útil para o desenho de projetos no curto prazo, a persona serve para determinar a criação de novas soluções que estão alinhadas com uma necessidade dos seus clientes. Portanto, ela é importante tanto para o planejamento de curto prazo quanto para o sucesso de projetos no futuro.


4. Qual a diferença entre nicho e persona? Nesse caso, a diferença é mais clara do que na comparação entre persona e público-alvo. O nicho representa a fatia do mercado em que sua empresa atua. Logo, é uma área da atividade humana e não um indivíduo propriamente dito. Portanto, o nicho e a persona se diferenciam tanto no objeto de interesse para sua definição, quanto na proporção de estudo. Enquanto no primeiro, tudo é avaliado em um aspecto macro e generalista, o segundo termo se concentra nas particularidades de um indivíduo semifictício que contribui para o estabelecimento de uma perspectiva micro.


5. Como criar uma persona? Para criar uma persona de maneira eficiente, basta realizar pesquisas, conversar com seus melhores clientes, entender mais sobre seu nicho e determinar quais as características marcantes em seus consumidores. Isso pode contribuir para delimitar os desejos, interesses, necessidades, medos, inseguranças e demais aspectos relevantes para que sua marca seja capaz de impactar o público por meio de uma campanha de marketing bem direcionada.


Conclusão


Enfim, agora você já sabe o que são personas, para que servem e como criar o seu avatar. Com elas, aquele grupo de consumidores tão distante e genérico se torna mais próximo e tangível. Quando o público passa a ser representado por uma pessoa, é mais fácil entender os seus desejos, dores e necessidades e perceber como a marca pode oferecer algum valor à sua vida. Ao final das contas, as personas são um instrumento de empatia para o marketing.


Ter uma persona para um canal no YouTube é fundamental por várias razões:

1. Direcionamento de Conteúdo: Com uma persona definida, você sabe exatamente para quem está criando conteúdo. Isso ajuda a manter seu canal focado em temas relevantes para sua audiência, aumentando as chances de engajamento e compartilhamento.

2. Relevância: Criar vídeos que ressoam com as necessidades, interesses e desafios da sua persona torna seu canal mais relevante para os espectadores. Quando as pessoas veem valor nos seus vídeos, estão mais propensas a se inscrever e acompanhar regularmente seu conteúdo.

3. Engajamento: Uma persona bem definida ajuda você a entender como interagir com seu público. Se sua persona é jovem e descontraída, por exemplo, você pode adotar uma abordagem mais casual e usar uma linguagem mais informal para envolver seu público.

4. Fidelização: Quando seu conteúdo ressoa com a persona, os espectadores são mais propensos a se tornar fãs leais do seu canal. Eles voltarão regularmente para assistir aos seus vídeos, interagir nos comentários e compartilhar seu conteúdo.

5. Crescimento Sustentável: Uma audiência leal construída em torno de uma persona específica é mais propensa a crescer organicamente. As pessoas que se identificam com sua persona são mais inclinadas a recomendar seu canal para amigos e familiares que compartilham características semelhantes.

6. Colaborações Eficazes: Se você deseja colaborar com outros criadores de conteúdo, ter uma persona bem definida ajuda a encontrar parceiros que tenham uma audiência semelhante ou complementar. Isso pode levar a colaborações mais eficazes e mutuamente benéficas.

7. Estratégias de Monetização: Se você planeja monetizar seu canal por meio de parcerias, patrocínios ou produtos próprios, entender sua persona é crucial. Empresas que desejam anunciar em seu canal estarão interessadas no perfil demográfico e comportamental da sua audiência.

8. Análises e Métricas: Uma persona bem definida permite que você interprete melhor suas análises e métricas. Você pode entender por que certos vídeos tiveram melhor desempenho com base nas características da sua persona, ajudando você a ajustar sua estratégia de conteúdo.

Em resumo, uma persona bem definida não apenas ajuda a construir um canal mais envolvente e relevante, mas também serve como guia para o crescimento sustentável e bem-sucedido do seu canal no YouTube.


7 views0 comments

コメント


bottom of page